Escolha uma Página

Na fisioterapia, a acessibilidade em piscinas é de fundamental importância. Seu primeiro pensamento, provavelmente, é o ponto de vista do usuário, não é? Sim, quem vai participar da sessão de fisioterapia realmente precisa de acessibilidade, mas o elevador apresenta outras oportunidades relacionadas ao próprio negócio.

Acessibilidade em qualquer lugar é de extrema importância. No passo em que caminhamos, com cada vez mais discussões sobre espaços acessíveis e o desenho universal, veremos transformações drásticas em vários ambientes do nosso cotidiano. A piscina é um dos que já está passando da hora de se transformar em acessível.

Neste artigo, vamos tratar um pouco mais sobre a acessibilidade em piscinas olhando pelo lado da fisioterapia. Esse trabalho tão importante se torna mais inclusivo e respeitoso com um elevador. Vamos saber mais?

A fisioterapia em piscinas

A hidroterapia ou fisioterapia aquática, como é conhecida a fisioterapia feita em piscinas, possui grandes vantagens para o corpo. Por não apresentar carga, a lesão é estimulada apenas por exercícios pontuais, e não é estimulada a um ponto que cause dor.

A própria pressão hidrostática da água – que luta com a gravidade e eleva o corpo – promove melhor circulação e alívio de dores na região da lesão ou, da área a ser estimulada. Mesmo com limitações óbvias, como o tempo maior até resultados aparecerem, a hidroterapia é amplamente utilizada para casos onde a cirurgia pode não ser a melhor opção.

Acessibilidade em piscinas

A questão é que a hidroterapia é utilizada por vários tipos de lesões. Justamente por algumas delas causarem limitações de mobilidade, a acessibilidade em piscinas deve ser estimulada.

Acessibilidade em piscinas e a hidroterapia

A acessibilidade em piscinas é muito necessária para casos onde a pessoa que a realiza apresenta algum nível de dificuldade em se locomover. Nesse caso, o ideal é contar com apoio em duas frentes: com nadadores auxiliando a pessoa a entrar na piscina e, é claro, estruturas ou sistemas que permitam a transferência.

Esses sistemas podem apresentar variações e inovações dependendo da estrutura, mas os mais comuns são de longe os elevadores de piscina com assento, as plataformas de descida e as rampas de concreto armado.

Vamos falar um pouco das rampas. Ainda que degraus submersos com uma largura maior sejam funcionais em alguns casos, eles limitam cadeirantes a entrar na água. A rampa de acessibilidade em piscinas com piso antiderrapante já consegue ser mais inclusiva, mas em alguns pontos nem tanto. Se ela for muito extensa, o trabalho de atravessá-la pode ser difícil para pessoas com graus médios de dificuldade de locomoção.

Então qual é a melhor alternativa?

Elevadores de acessibilidade em piscinas

Os elevadores de acessibilidade em piscinas permitem um uso mais democrático, pois contemplam qualquer situação. O único requerimento para seu uso é que a pessoa possa ficar sentada.

Isso elimina absolutamente riscos à integridade física da pessoa, algo que pode inclusive ser uma condição frequente, ou seja, toda vez que a pessoa usar uma rampa ou degraus na piscina ela pode se machucar.

Com os elevadores de acessibilidade para piscinas, tudo se torna mais fácil e seguro. A transferência para a água deve ser supervisionada sempre, sendo que o elevador baixa a uma posição segura para promover o auxílio de supervisor dentro da piscina.

E justamente por ser tão inclusivo, há ainda a questão que extrapola o usuário…

Agregando valor ao negócio

Os elevadores de piscina promovem a valorização do seu negócio de um jeito muito simples. Se eles estão lá e em outros locais não, sua piscina se torna instantaneamente universal, sem limitações.

Isso é extremamente valoroso em um cenário de fisioterapia aquática. A segurança e o fim do embaraço de ser levado por uma rampa ou degraus falam alto na hora de fechar o negócio. Isso sem contar na independência, já que o elevador de piscina pode ser operado pelo próprio passageiro.

Pessoas idosas, cadeirantes, gestantes e com mobilidade reduzida em diferentes graus possuem no elevador um aliado discreto e elegante para entrar na água. Isso não se encontra em qualquer lugar, e justamente por isso torna o estabelecimento que emprega os elevadores os “reis” da acessibilidade em piscinas.

Mas não adianta nada falar dos elevadores de acessibilidade em piscinas sem falar do preço, não é? Então, que tal saber qual é o investimento necessário para a instalação? Venha fazer um orçamento rápido!

Modelos e aplicações da plataforma e elevador de acessibilidade, baixe grátis! JE Elevadores

Share This