Direitos para portadores de necessidades especiais: como fazer uma denúncia pela falta de acessibilidade?

Direitos para portadores de necessidades especiais: como fazer uma denúncia pela falta de acessibilidade?

Você já sabe que o direito dos portadores de necessidades especiais é garantido pela Constituição Federal e por várias leis brasileiras, não é mesmo?

Entre elas, podemos citar a Lei 13.146 (Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência). No entanto, nem todos os condomínios, estabelecimentos comerciais ou instituições respeitam os direitos da pessoa com deficiência.

Neste caso, o que fazer? Como fazer uma denúncia, principalmente em relação a falta de acessibilidade? Neste post, vamos ajudar a você investidor e empresário a entender como é importante respeitar os direitos dos portadores de necessidades especiais.

Também vamos mostrar para quem tem mobilidade reduzida ou qualquer outro tipo de deficiência, como fazer uma denúncia quando não há acessibilidade nos locais da sua cidade. Quer ficar por dentro deste assunto? Siga com a leitura do artigo!

[Elevador de acessibilidade] Precisando de uma Elevador de acessibilidade? Solicite-nos um orçamento com condições especiais! | JE Elevadores

Por que você deve respeitar os direitos dos portadores de necessidades especiais?

Essa pergunta é para você investidor ou empresário. Em primeiro lugar, porque os direitos dos portadores de necessidades especiais são garantidos por lei.

Em segundo, porque promover a acessibilidade é uma questão de responsabilidade social e a sua empresa não pode deixar de pensar neste assunto. Mas o mais importante disso tudo, é que você fará a diferença na sociedade.

E essa é, sem dúvida, a verdadeira razão para pensar sempre na acessibilidade. Ela não é uma obrigação ou uma ação solidária, mas é a maneira de garantir o respeito aos direitos dos portadores de necessidades especiais.

Além disso, você e todos a sua volta terão a oportunidade de aprender a lidar com as diferenças e, assim, ajudar a combater os preconceitos.

Por que você deve denunciar a falta de acessibilidade?

Já essa reflexão deve ser feita tanto por você que tem mobilidade reduzida ou qualquer outro tipo de deficiência, como por quem tem empreendimentos.

Você sabe que formalizar uma denúncia, tomar esse tipo de atitude não é uma decisão fácil, não é verdade? No entanto, entenda que esse é um direito seu, que você deve defender a sua cidadania e das outras pessoas.

Só assim, quem tem mobilidade reduzida terá a tranquilidade para aproveitar os espaços da mesma maneira que as outras pessoas. Vocês lutarão por aquilo que acreditam e isso mostrará o quanto são conscientes.

Outra razão para você denunciar é que basta tomar uma atitude para que as pessoas se mobilizem e resolvam os problemas relacionados com a falta de acessibilidade.

Pois muitas vezes, é preciso alguém tomar uma iniciativa para que os outros pensem mais nos portadores de necessidades especiais e providenciem os ajustes que deverão ser feitos para garantir a acessibilidade.

Como fazer uma denúncia pela falta de acessibilidade?

Procure a Prefeitura

A Prefeitura fiscaliza a acessibilidade de prédios públicos e privados. Ligue para a Secretaria de Assistência Social da sua cidade e se informe se há um Disk-Denúncia disponível para este caso.

No entanto, se você quiser formalizar a sua reclamação, procure o setor de fiscalização e licenciamento urbanístico ou a própria Secretaria de Assistência e protocole sua denúncia.

Vá ao Ministério Público Estadual

Você pode procurar o Ministério Público da sua cidade e fazer a denúncia. O órgão também recebe reclamações sobre a falta de acessibilidade em locais privados e públicos.

A Justiça garantirá que as providências sejam tomadas para garantir os direitos dos portadores de necessidades especiais.

Entre as providências, o Ministério Público irá assegurar a acessibilidade e solicitar que sejam eliminadas as barreiras arquitetônicas e outras necessárias que restrinjam o acesso do cidadão com deficiência.

Informe ao Conselho de Engenharia e Arquitetura

Já essa dica é para você investidor ou empresário. Caso se sinta prejudicado com a obra do seu empreendimento, você pode solicitar a abertura de procedimento administrativo.

Assim, é possível fiscalizar a ética do profissional que descumprir as normas de acessibilidade nas obras do seu condomínio ou clube. Se você se sente lesado, terá que formalizar o seu pedido perante o Conselho.

O que você deve informar na denúncia?

Denúncia escrita

  • Fotos que indicam o local da irregularidade;
  • Endereço do prédio ou instituição que não tem acessibilidade;
  • Definição da instituição (pública ou privada);
  • Problema encontrado;
  • Quem você já procurou para resolver o problema (se você já procurou alguém);
  • Número do protocolo para acompanhar a denúncia.

Denúncia Falada

Problema encontrado;

Local que há a falta de acessibilidade;

Pessoa ou entidade que você já procurou para resolver o problema.

Agora que você aprendeu como fazer a denúncia pela falta de acessibilidade, poderá exigir que os direitos dos portadores de necessidades especiais sejam respeitados, não é verdade?

E você, investidor ou empresário, também poderá denunciar caso note qualquer irregularidade da empreiteira contratada para fazer a sua obra. Desta maneira, a acessibilidade será cada vez mais uma realidade nos municípios.

Quer ler mais conteúdos como este? Acesse o nosso próximo post e saiba como funciona o processo seletivo para pcd!

[Infográfico] Quer saber mais sobre os modelos de elevadores de acessibilidade? | JE Elevadores

 

Por que considerar a acessibilidade em piscinas?

Por que considerar a acessibilidade em piscinas?

Quem é que não gosta de aproveitar uma piscina, não é verdade? Ainda mais quando a temperatura sobe. No verão, clubes, hotéis e pousadas se tornam os locais preferidos de quem deseja se refrescar. Mas como promover a acessibilidade em piscinas para que todas as pessoas possam se divertir?

Para começar, você deve fazer um projeto mais seguro e acessível para as pessoas de diferentes idades e habilidades. Escolha o estilo da piscina e as dimensões corretas. A partir daí considere alguns recursos extras como o elevador de piscinas, que tornará as coisas mais fáceis para quem tem mobilidade reduzida.

No entanto, para te ajudar a promover a acessibilidade na piscina do condomínio ou casa, ou do seu clube, preparamos este post. Nele, você terá algumas ideias para atender às necessidades de todos.

Entretanto, observe que a maioria das sugestões não são exigidas por lei, a menos que você esteja construindo uma piscina pública, ok? Nesse caso, você também precisa estar atento aos requisitos  de construção e da Lei de Acessibilidade. Veja:

Como pensar na acessibilidade em piscinas para as crianças?

Quando pensamos em acessibilidade em piscinas, temos que atender as necessidades das crianças que poderão aproveitar o espaço.

Há vários recursos de piscina que podem ajudá-lo a proteger as crianças contra vários acidentes. Mas nenhum deles pode tomar o lugar de uma boa e antiga supervisão de um adulto. Portanto, nas piscinas de casa, considere fazer a instalação perto da casa onde os pais podem manter os olhos nos filhos.

Você também pode considerar uma piscina rasa que permite que as crianças toquem o fundo na maioria ou em todos os pontos. Finalmente, é importante você isolar a piscina com uma cerca que atenda os requisitos mínimos de altura e pensar na instalação de alarmes em todos os portões ou portas.

Como pensar na acessibilidade em piscinas para idosos?

Muitos idosos têm problemas com a locomoção. Assim, a piscina perfeita para eles inclui alguma forma “andável”, como uma rampa. Também é necessário instalar corrimãos, pois eles são práticos para se locomover dentro e fora da água. Contudo, se você acha que essa possibilidade não é viável, considere usar um elevador de acessibilidade.

Ele é fácil de usar e está de acordo com todas as normas de segurança. Os elevadores de acessibilidade têm a finalidade de aumentar a acessibilidade em piscinas e facilitar o acesso às piscinas residenciais, de escolas, de clubes, Organizações não Governamentais ou até clinicas de fisioterapia.

Você também pode pensar em manter a piscina mais confortável para os nadadores mais velhos. Por isso, planeje o aquecimento adicional. A temperatura da água mais fria pode ser refrescante para algumas pessoas, mas para outras, pode incomodar. Pensar num SPA anexado, além de ser terapêutico por direito próprio, pode ajudar as pessoas mais velhas a se aquecer depois de nadar.

Finalmente, as pessoas mais velhas podem ter uma variedade de condições médicas que você precisa levar em conta. No projeto da sua piscina, você deve pensar em algum sistema de alerta médico no local para se certificar de que a ajuda pode chegar rapidamente se surgir algum tipo de problema.

Como pensar na acessibilidade em piscinas para pessoas com deficiência?

Você também deve pensar na acessibilidade em piscinas para pessoas com deficiência. Muitas delas estão familiarizadas com os benefícios da terapia aquática. Entretanto, você pode desfrutar destes mesmos benefícios em sua casa. Quer saber como? Instale um SPA de natação ou algum outro tipo de piscina terapêutica.

As piscinas tradicionais oferecem algo que as piscinas especiais não podem. Uma chance de socializar com os outros. Muitas pessoas com mobilidade reduzida querem competir, brincar e se divertir na água como as outras pessoas. E com o elevador de piscinas você promove a acessibilidade.

Este elevador também é recomendado para cadeirantes e pessoas com alguma deficiência motora. O equipamento pode ter funcionamento hidráulico ou rosca sem fim (fuso), e com assento giratório. Ele é confortável e propicia mais independência ao cadeirante ou portador de necessidades especiais. A instalação é fácil e totalmente segura.

Além disso, com esse equipamento, você cria um diferencial para sua casa ou negócio. No entanto, enquanto estiver planejando o projeto de acessibilidade da sua piscina, não se esqueça da área ao redor do espaço, que pode precisar de customizações como corrimãos, decking antiderrapante e acessibilidade para cadeirantes.

Por que o elevador de piscinas agrega valor ao seu negócio?

Se o elevador de piscinas está lá no seu clube ou na sua casa de shows, a piscina se torna mais universal. E isso é importante, pois quem tem mobilidade reduzida se sentirá mais independente, já que o elevador pode ser operado por um passageiro.

Sem contar que o elevador de piscinas  também pode ser usado por gestantes ou qualquer pessoa que tenha mobilidade reduzida.

Viu porque você deve considerar a acessibilidade em piscinas? Ofereça segurança e conforto para quem curte o seu clube, a sua casa ou até mesmo a sua academia ou centro de fisioterapia. Promova a acessibilidade e ajude às pessoas a se sentirem mais independentes!

Quer conhecer um pouco mais sobre o elevador de piscinas para acessibilidade? Acesse agora mesmo o nosso infográfico e fique por dentro do assunto!

Acessibilidade em piscinas para fisioterapia: saiba as vantagens

Acessibilidade em piscinas para fisioterapia: saiba as vantagens

Na fisioterapia, a acessibilidade em piscinas é de fundamental importância. Seu primeiro pensamento, provavelmente, é o ponto de vista do usuário, não é? Sim, quem vai participar da sessão de fisioterapia realmente precisa de acessibilidade, mas o elevador apresenta outras oportunidades relacionadas ao próprio negócio.

Acessibilidade em qualquer lugar é de extrema importância. No passo em que caminhamos, com cada vez mais discussões sobre espaços acessíveis e o desenho universal, veremos transformações drásticas em vários ambientes do nosso cotidiano. A piscina é um dos que já está passando da hora de se transformar em acessível.

Neste artigo, vamos tratar um pouco mais sobre a acessibilidade em piscinas olhando pelo lado da fisioterapia. Esse trabalho tão importante se torna mais inclusivo e respeitoso com um elevador. Vamos saber mais?

A fisioterapia em piscinas

A hidroterapia ou fisioterapia aquática, como é conhecida a fisioterapia feita em piscinas, possui grandes vantagens para o corpo. Por não apresentar carga, a lesão é estimulada apenas por exercícios pontuais, e não é estimulada a um ponto que cause dor.

A própria pressão hidrostática da água – que luta com a gravidade e eleva o corpo – promove melhor circulação e alívio de dores na região da lesão ou, da área a ser estimulada. Mesmo com limitações óbvias, como o tempo maior até resultados aparecerem, a hidroterapia é amplamente utilizada para casos onde a cirurgia pode não ser a melhor opção.

Acessibilidade em piscinas

A questão é que a hidroterapia é utilizada por vários tipos de lesões. Justamente por algumas delas causarem limitações de mobilidade, a acessibilidade em piscinas deve ser estimulada.

Acessibilidade em piscinas e a hidroterapia

A acessibilidade em piscinas é muito necessária para casos onde a pessoa que a realiza apresenta algum nível de dificuldade em se locomover. Nesse caso, o ideal é contar com apoio em duas frentes: com nadadores auxiliando a pessoa a entrar na piscina e, é claro, estruturas ou sistemas que permitam a transferência.

Esses sistemas podem apresentar variações e inovações dependendo da estrutura, mas os mais comuns são de longe os elevadores de piscina com assento, as plataformas de descida e as rampas de concreto armado.

Vamos falar um pouco das rampas. Ainda que degraus submersos com uma largura maior sejam funcionais em alguns casos, eles limitam cadeirantes a entrar na água. A rampa de acessibilidade em piscinas com piso antiderrapante já consegue ser mais inclusiva, mas em alguns pontos nem tanto. Se ela for muito extensa, o trabalho de atravessá-la pode ser difícil para pessoas com graus médios de dificuldade de locomoção.

Então qual é a melhor alternativa?

Elevadores de acessibilidade em piscinas

Os elevadores de acessibilidade em piscinas permitem um uso mais democrático, pois contemplam qualquer situação. O único requerimento para seu uso é que a pessoa possa ficar sentada.

Precisando de um Elevador de Piscina? Solicite-nos um orçamento de um elevador de piscina e conheça as principais vantagens! | JE Elevadores

Isso elimina absolutamente riscos à integridade física da pessoa, algo que pode inclusive ser uma condição frequente, ou seja, toda vez que a pessoa usar uma rampa ou degraus na piscina ela pode se machucar.

Com os elevadores de acessibilidade para piscinas, tudo se torna mais fácil e seguro. A transferência para a água deve ser supervisionada sempre, sendo que o elevador baixa a uma posição segura para promover o auxílio de supervisor dentro da piscina.

E justamente por ser tão inclusivo, há ainda a questão que extrapola o usuário…

Agregando valor ao negócio

Os elevadores de piscina promovem a valorização do seu negócio de um jeito muito simples. Se eles estão lá e em outros locais não, sua piscina se torna instantaneamente universal, sem limitações.

Isso é extremamente valoroso em um cenário de fisioterapia aquática. A segurança e o fim do embaraço de ser levado por uma rampa ou degraus falam alto na hora de fechar o negócio. Isso sem contar na independência, já que o elevador de piscina pode ser operado pelo próprio passageiro.

Pessoas idosas, cadeirantes, gestantes e com mobilidade reduzida em diferentes graus possuem no elevador um aliado discreto e elegante para entrar na água. Isso não se encontra em qualquer lugar, e justamente por isso torna o estabelecimento que emprega os elevadores os “reis” da acessibilidade em piscinas.

Mas não adianta nada falar dos elevadores de acessibilidade em piscinas sem falar do preço, não é? Então, que tal saber qual é o investimento necessário para a instalação? Venha fazer um orçamento rápido!

Modelos e aplicações da plataforma e elevador de acessibilidade, baixe grátis! JE Elevadores

5 motivos para investir em elevador de piscina para cadeirantes

5 motivos para investir em elevador de piscina para cadeirantes

Para pessoas com mobilidade reduzida, investir em um elevador de piscina para cadeirantes é essencial para que seja possível se refrescar em um dia ensolarado sem ter preocupações com a segurança.

Com várias aplicações, o elevador de piscina para cadeirantes, idosos, gestantes e pessoas com mobilidade reduzida em geral torna simples e seguro aquele momento de lazer com a família ou aquele mergulho individual para refrescar o corpo e a mente.

Duvida da gente? Então vamos juntos neste artigo, onde trazemos cinco argumentos para que você comece hoje mesmo a considerar a instalação do elevador de piscina para cadeirantes.

Começando com o mais importante…

1 – O elevador de piscina para cadeirantes traz conforto e segurança

As pessoas com mobilidade reduzida, em grande parte dos casos, conseguem viver suas vidas tranquilamente e ir para onde desejarem, mas alguns detalhes estruturais são importantes para ajudá-las a se locomover melhor e com mais segurança.

É o caso do elevador de piscina para cadeirantes. É possível que algumas pessoas com mobilidade reduzida consigam entrar e sair de uma piscina, mas com o elevador de acessibilidade essa tarefa é muito menos incômoda e absolutamente mais segura.

E isso é importante na vida de uma pessoa com dificuldades na mobilidade. Detalhes estruturais – como o elevador de piscina para cadeirantes – fazem toda a diferença na hora de se decidir por fazer algo em específico. Com essas funcionalidades do elevador para acessibilidade, os receios e medos vão por água abaixo.

2 – O elevador de piscina para cadeirantes traz mais segurança

Com o elevador de piscina para cadeirantes, essas pessoas podem ter a confiança que precisam para ter maior confiança na hora de utilizar o equipamento, mas lembrando que é muito importante ter alguém junto para ajuda-lo a utilizar o equipamento.

Isso é especialmente útil para o caso de hospedagens em hotéis longe de casa. Normalmente, na piscina comunitária deve haver o elevador de piscina para cadeirantes, e a pessoa com mobilidade reduzida que já conhece o equipamento pode se refrescar tranquilamente.

3 – O elevador de piscina para cadeirantes estimula os exercícios

Exercitar-se é uma necessidade de todos nós, e a piscina é um ótimo ambiente para se manter em forma de um jeito refrescante e divertido.

Com o elevador de piscina para cadeirantes, esse problema desaparece. A operação do elevador é simples e rápida, podendo ser feita por qualquer um e a qualquer hora, o que faz com que as pessoas com redução de mobilidade possam se exercitar na água em qualquer momento do dia.

4 – O elevador de piscina para cadeirantes é fácil de instalar

Um dos melhores pontos do elevador de piscina para cadeirantes é a sua instalação simples e rápida.

Uma vez que você decide em instalar um elevador de piscina, a etapa mais simples com certeza é a de instalação, que pode ser feita em poucas horas e sem o distúrbio da água, garantindo que você não tenha que perder muito tempo do dia para acompanhar o trabalho e não precise limpar a piscina depois.

5 – O elevador de piscina para cadeirantes dura muito

Mas de que vale tudo isso se o preço for alto e a durabilidade do equipamento for baixa? De nada, não é? Ainda bem que esse não é o problema do elevador de piscina para cadeirantes.

A maioria das empresas trabalha com equipamentos que não são iguais, mas que partem do mesmo princípio de construção. É o caso da utilização do aço inox para as hastes, que impedem a fragilização das estruturas com a ferrugem.

Além disso, como seu funcionamento é elétrico, ele é isolado em uma câmara mais alta, a segurança é garantida contra choques elétricos e a contaminação da água da piscina com óleos e graxas.

Viu só como o elevador de piscina para cadeirantes é um ótimo investimento? Que tal entrar em contato com a JE Elevadores para saber mais sobre suas funcionalidades?

O uso de piscinas é apenas uma das dificuldades de locomoção que pessoas com mobilidade reduzida enfrentam quando soluções de acessibilidade não estão disponíveis. Saiba mais no nosso blog!

Precisando de um Elevador de Piscina? Solicite-nos um orçamento de um elevador de piscina e conheça as principais vantagens! | JE Elevadores