Muita gente entende os esforços de acessibilidade como um auxílio às pessoas com mobilidade reduzida, uma ajuda oferecida para elas, quando na verdade a história é outra: ações como a instalação de uma plataforma de acessibilidade não servem para auxiliar, mas para garantir o direito de ir e vir que todos devemos desfrutar.

Nesse artigo, vamos falar sobre como a plataforma de acessibilidade vem transformando a realidade das pessoas com mobilidade reduzida, e como os esforços para a sua popularização e instauração em todos os lugares contribui para uma maior inserção social dessa parcela da sociedade.

Podemos começar?

A plataforma de acessibilidade a favor da inclusão

A plataforma de acessibilidade, como mencionada acima, é um dos grandes facilitadores de locomoção existentes, e possibilita que pessoas com mobilidade reduzida acessem um espaço que, por descuido de construtores ao projetar ou por uma legislação que não contemplava esses esforços anteriormente, se encontravam impossibilitadas de entrar.

Segundo o Ministério de Direitos Humanos do Brasil, “O termo acessibilidade significa incluir a pessoa com deficiência na participação de atividades como o uso de produtos, serviços e informações”. O Ministério ainda ressalta que uma rampa ou plataforma de acessibilidade é a melhor forma de se realizar essa inclusão.

Mas incluir vai muito além do sentido normalmente atribuído à palavra. Se existem escadas para que as pessoas subam por elas, é necessário que exista uma alternativa. As escadas existem porque os seres humanos não conseguem vencer desníveis de dois metros de altura no dia a dia. A acessibilidade está presente em todos os lugares, só não é direcionada para pessoas com mobilidade reduzida.

Quando todos conseguem usufruir de um espaço não importando suas limitações físicas, dois problemas são resolvidos de uma só vez: a inclusão física e a inclusão social.

Plataforma de acessibilidade para todos os tipos de empreendimentos

A inclusão social age de maneiras abstratas mas também muito objetivas. Se um cadeirante vai a um hospital que não costuma ir, por exemplo, e experimenta transtornos para entrar na estrutura, está tendo seus direitos como cidadão desrespeitados. O mesmo acontece com repartições públicas, escolas, prédios governamentais, etc.

A plataforma de acessibilidade chega como uma solução prática e com custo muito reduzido para tentar vencer as barreiras de locomoção e aspirar por mais: estar presente em todos os tipos de empreendimentos em um futuro próximo.

O problema enfrentado pela grande maioria das pessoas com mobilidade reduzida hoje em dia é justamente esse. A falta de inclusão faz com que elas não possam usufruir dos seus direitos básicos como cidadão. É uma triste realidade onde todos nascemos com os mesmos direitos, mas algumas pessoas não podem usufruir deles.

A grande popularização das plataformas de acessibilidade resolve o problema da melhor forma possível. Elas podem ser instaladas na grande maioria dos estabelecimentos, sejam eles públicos ou privados (que, por lei, devem oferecer meios alternativos de vencer desníveis), e não requerem um grande investimento nem mesmo muito espaço disponível, ao contrário das rampas de acessibilidade construídas com concreto.

A grande aposta é que as plataformas de acessibilidade comecem a aparecer em mais e mais lugares, promovendo assim a inclusão em todos os níveis.

Cuidados com a plataforma de acessibilidade

A instalação de uma plataforma de acessibilidade hidráulica ou eletromecânica garante que todos, sem restrições, consigam acessar os locais que gostariam de acessar. Ao mesmo tempo, como várias pessoas a utilizarão (algumas delas idosas e com a saúde fragilizada), é muito importante que a plataforma de acessibilidade seja instalada com grande cuidado.

Procure por profissionais capacitados para adquirir sua rampa de acessibilidade, e procure conferir se eles seguem todas as normas de segurança estabelecidas pela ABNT. A empresa que irá fazer a instalação também deve oferecer treinamento, para que a forma de utilização da rampa de acessibilidade não apresente riscos para o passageiro.

Com tudo isso dito, é fácil entender que a plataforma de acessibilidade é muito mais do que uma solução para cadeirantes, não é? Podemos ver que ela é um motor a favor da inclusão social, propiciando oportunidades iguais de acesso para todas as pessoas.

Gostou deste artigo? Então espere que temos uma grande oportunidade para você. Nós elaboramos um e-book completamente grátis, um guia prático do elevador de acessibilidade, para que você entenda como ele funciona, o que proporciona e quais são os cuidados de operação.

Depois disso, venha dar uma olhada no nosso blog! Temos muito mais informações como essa. Até a próxima!

Share This