Escolha uma Página
Como escolher empresas fabricantes de elevadores de acessibilidade de qualidade

Como escolher empresas fabricantes de elevadores de acessibilidade de qualidade

As empresas fabricantes de elevadores de acessibilidade não são famosas nem possuem o glamour de grandes marcas. Você não duvida da Unilever porque a conhece e consome seus produtos há anos, então há uma relação de confiança implícita muito bem estabelecida aí.

O problema é que, como as empresas fabricantes de elevadores não são tão conhecidas assim, talvez você nunca nem tenha ouvido falar nas que está procurando. Como saber se elas são confiáveis? Como fiscalizar o serviço sendo prestado?

É isso o que você descobre neste artigo, com um antes e depois da escolha. Quer saber mais sobre como escolher a melhor dentre todas as empresas fabricantes de elevadores? Então vamos com a gente!

Ao escolher as empresas fabricantes de elevadores

Na hora de escolher dentre as empresas fabricantes de elevadores, não dá pra ser levado só pelo preço. Na verdade, é bom pensar que você está fazendo um investimento voltado para a sua família e para as pessoas que você ama, então a economia não deve ser o seu maior foco.

Na verdade, seu maior compromisso deve ser com a qualidade dos produtos e dos serviços. Veja algumas dicas neste tópico!

Pesquise bem

Os elevadores estão entre os meios de transporte mais seguros do mundo quando bem instalados. Mas veja bem: quando bem instalados.

É exatamente por isso que escolher as melhores empresas fabricantes de elevadores para fazer seus orçamentos é fundamental. E em um segmento onde as mais conhecidas não trabalham com acessibilidade, você terá que pesquisar bastante.

Alguns métodos de pesquisas que podem te ajudar são:

  • O Reclame Aqui;

  • A página de avaliações da empresa no Facebook (se não tiver, desconfie);

  • As fotos da empresa no Google;

  • Avaliações de antigos clientes;

  • Se o site é bem construído;

  • Se o site dá informações técnicas do produto.

Dentre outras.

Desconfie de preços discrepantes

Se o preço de uma das empresas fabricantes de elevadores que você está sondando está muito abaixo das demais, só há uma conclusão a se extrair: eles cortam custos em algum ponto.

Isso não é necessariamente ruim, o problema é você não saber com certeza de onde esses custos são cortados. E se for na mão de obra certificada? E se for na qualidade dos materiais usados? E se?

Se o preço está muito abaixo, infelizmente o barato pode sair caro. Evite problemas futuros, não se esqueça de que estamos lidando com a sua família e pessoas fragilizadas. 

Inspeções durante a instalação

Escolheu a empresa e agora vai instalar? Calma que o seu trabalho ainda não terminou. E se durante a instalação você percebe irregularidades? Aí é melhor procurar outra empresa fabricante de elevadores mesmo.

Mas como saber que a instalação não está sendo da maneira mais satisfatória? Existem algumas maneiras de perceber, olha só:

Profissional qualificado

A certificação do profissional é um ótimo indício de que a instalação e as manutenções futuras será feita de maneira satisfatória.

Não vale a pena apostar em trabalho informal. Converse com o seu atendente e peça a certificação e a identificação do profissional que irá te atender. Confira seu crachá quando ele chegar e também o seu uniforme. Pode parecer preocupação extra, mas o equipamento vai ser amplamente usado na sua casa por anos e anos.

Serviço bem feito

Não deixe de inspecionar o serviço e perguntar o que está acontecendo. Pode parecer inconveniente, mas é seu direito como consumidor se certificar de que o trabalho está sendo bem realizado.

Peça para conhecer a casa das máquinas e inspecione o padrão. Quando mal instalado, ele pode dar brecha para que animais entrem na sua casa ou até pessoas mal intencionadas.

Quando o trabalho terminar, confira se há fios soltos e se todas as peças estão no lugar. Lembre-se: a integridade do seu elevador é a segurança da sua família.

Dentre as empresas fabricantes de elevadores, a JE se destaca

A JE Elevadores trabalha apenas com profissionais qualificados e certificados, além de fabricar as melhores soluções para a sua casa ou o seu negócio.

Se há preocupações em escolher a melhor empresa fabricante de elevadores, não precisa se preocupar. Estamos de portas abertas para resolver qualquer dúvida que você possa ter!

E já que estamos falando em equipamentos, por que você não vem conferir nosso catálogo de produtos? Temos todas as informações que você precisa para se decidir por lá. Vem fazer um orçamento com a gente e garanta o melhor serviço em elevação agora mesmo!

Elevadores de acessibilidade: entenda a importância de realizar a manutenção

Elevadores de acessibilidade: entenda a importância de realizar a manutenção

A manutenção de elevadores de acessibilidade é de suma importância para garantir o seu bom funcionamento e a segurança dos passageiros.

Através de um acompanhamento de perto da equipe de manutenção, você também garante uma vida útil bem maior do equipamento e economiza bastante. Ao invés de gastar com manutenções para corrigir problemas, você garante que eles não aconteçam.

Mas estamos nos adiantando. Neste artigo vamos tratar destes e de outros aspectos da manutenção de elevadores de acessibilidade. E aí, vamos com a gente?

A manutenção de elevadores de acessibilidade traz segurança

Essa é a maior preocupação que você deve ter com o elevador de acessibilidade. É necessário, acima de tudo, oferecer as melhores condições de segurança para os seus passageiros.

Os elevadores de acessibilidade são equipamentos robustos e seguros por natureza, mas ainda assim são equipamentos. Todo tipo de maquinário, seja forte ou frágil, precisa de manutenção para funcionar bem.

O ponto é que, em elevadores de acessibilidade, funcionar bem é o mesmo que funcionar com segurança. Para garantir essa segurança total, é fundamental que a manutenção dos elevadores de acessibilidade seja sempre perfeita.

Protegendo o seu investimento

Os elevadores de acessibilidade são sim robustos, mas eles dependem de componentes chave para funcionar corretamente.

Se você realiza a manutenção dos elevadores de acessibilidade, o dinheiro gasto para comprá-lo e instalá-lo está completamente seguro. Nunca dá para saber qual será a extensão do dano que o elevador terá por falta de manutenção, sendo que se for algo muito complicado, você corre o risco de até perder o investimento inicial com os custos do reparo.

Proteja seu dinheiro e o invista na manutenção de elevadores de acessibilidade.

O funcionamento ideal

Não tem nada mais frustrante do que ter um elevador de acessibilidade que você não pode confiar. Ele é seguro, ele está bem instalado, mas ainda assim ele não está dando 100% de si.

O elevador pode estar muito lento, fazendo muito barulho, com problemas nas portas ou até mesmo não conseguindo carregar sua carga média suportada. Tudo isso pode acontecer caso você não preste atenção à manutenção dos elevadores de acessibilidade.

Para garantir o funcionamento ideal, é fundamental que você invista na manutenção. Assim, o seu elevador vai sempre operar na sua máxima performance.

Economia

Os elevadores de acessibilidade, então, precisam de manutenção para funcionar bem. Isso nós já estabelecemos nos tópicos anteriores, não é? Mas além disso, mesmo que ele esteja perfeitamente em ordem, ainda é necessário fazer checagens de rotina.

Tudo parece estar ótimo, o elevador funciona muito bem, então você pula uma rotina de manutenção por achar que não precisa. Passa mais um mês e tudo ainda permanece perfeito. O problema está em quando algo acontecer.

Sem a manutenção, você pode acabar gastando bem mais caso um problema inesperado surja. O melhor é estar atento às rotinas trimestrais ou semestrais para ter certeza de que nada irá te surpreender e te fazer gastar em algum momento inoportuno.

Satisfação com o equipamento

A satisfação com os elevadores de acessibilidade também está relacionada com a quantidade de manutenções que você realiza. Não é só instalar e deixar funcionando, de forma alguma. A manutenção é parte do elevador.

É como beber um copo d’água. O copo vazio não é nada, e a água sem um copo é difícil de beber. O elevador é a mesma coisa: você compra tanto o equipamento quanto a manutenção. Ter só um dos dois não adianta.

Para se aproveitar melhor dos elevadores de acessibilidade, a manutenção é fundamental. Seu funcionamento está garantido e não há nenhum risco de se frustrar no futuro e acabar por não encontrar a sua maior utilidade: a facilitação do movimento pela casa.

Viu só como a manutenção de elevadores de acessibilidade é importante para o seu aproveitamento total? Sem realizá-la o seu equipamento se torna imprevisível, e portanto, inseguro.

A JE Elevadores possui seu próprio time de instalação e manutenção só esperando você chamar. Nós oferecemos planos acessíveis para que você nem precise passar pelo transtorno de contratar uma outra empresa para fazer a manutenção do nosso equipamento.

Duvida? Então venha conversar com os nossos especialistas e consultores! Temos certeza que podemos resolver todas as suas dúvidas e solucionar todos os seus questionamentos e suas necessidades. Até a próxima!

O que é e como é feita a reabilitação de edifício?

O que é e como é feita a reabilitação de edifício?

O crescimento vertical das grandes cidades não é de agora. Desde a década de 80, quando a vida em apartamento passou a se popularizar, cada vez mais vemos um horizonte cercado de prédios e edifícios.

Isso significa que, principalmente nas grandes cidades, o número de prédios antigos não é pequeno. Nos grandes centros e em bairros tradicionais, inclusive, eles dominam o cenário.

O grande problema, contudo, é que essas construções foram feitas para demandas antigas, passando não mais a atender as necessidades do homem moderno. É aí, então que surgiu uma demanda no mercado pela reabilitação de edifício.

Continue lendo e descubra como a reabilitação é feita e o que você deve considerar na hora de montar o seu projeto!

Afinal, o que é a reabilitação de edifício?

Reabilitar um edifício é como chegar à sua mesa de escritório que está há dias sem ser organizada e colocar tudo no lugar novamente. Você vai fazer aquela limpa nas gavetas, na mesa, e ainda acrescentar novas ferramentas, como um organizador de papéis, que poderão otimizar a distribuição dos itens e ainda o seu trabalho.

A reabilitação acontece seguindo o mesmo processo, porém aplicado à arquitetura e à engenharia. Isso porque edifícios antigos perdem com o tempo muito de sua usabilidade, e é preciso pensar em como adaptá-los às necessidades atuais.

Isso é válido tanto para edifícios comerciais quanto residenciais. Mais do que uma simples reforma, a reabilitação de edifício envolve uma série de ações que buscam modernizar a construção, corrigir falhas, readequar instalações e deixá-la mais funcional para atender melhor o usuário moderno.

Como é feita a reabilitação de edifício?

Qualquer prédio antigo, como falamos, perde funcionalidades com o passar do tempo e precisa de adaptações. Essas adaptações envolvem não só itens para atender novas demandas do consumidor, mas também adequar o edifício às novas leis e exigências legais que também mudam ao longo dos anos.

O conceito de reabilitação busca revitalizar o prédio, conservando seus aspectos originais, mas adaptando-os para atender novos padrões. Para começar, é feito um estudo verificando a viabilidade econômica do projeto. Em seguida, será feita a elaboração dos estudos preliminares de viabilidade técnica, elaboração do projeto e avaliação da relação entre custo e benefício.

A reabilitação de edifício não só traz benefícios para quem efetivamente usa a edificação, sejam moradores ou funcionários de uma empresa, como também ajuda a reduzir gastos com manutenções e com a conta de energia (aumentando a eficiência energética dos sistemas do edifício).

Por que pensar na acessibilidade durante uma reabilitação de edifício?

Entre as diversas demandas que devem ser cumpridas em um projeto de reabilitação, podemos destacar a necessidade de deixar o edifício acessível para pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção.

Isso porque, em primeiro lugar, a acessibilidade atualmente é lei. Há no país muitas legislações voltadas para o assunto, que estão em vigor há pelo menos uma década. Como a norma federal NBR 9050, de 1994, revisada pela terceira vez em 2015, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção dos portadores de deficiência ou com mobilidade reduzida.

Outro ponto a se considerar é que além dos 45.6 milhões de brasileiros com alguma deficiência física, a população do país está envelhecendo, com expectativa de vida atingindo os 71,2 anos para homens e 78,5 anos para mulheres, segundo dados do IBGE.

Ou seja, a acessibilidade é uma demanda cada vez maior para atender esse público. Os projetos de reabilitação de edifícios, portanto, devem seguir essa tendência e pensar não só instalação de rampas e elevadores de acessibilidade que facilitem a vida de quem tem dificuldade locomoção.

Gostou de aprender sobre a reabilitação de edifícios? Curta nossa página no Facebook e acompanhe de perto todas as nossas novidades!